Povoado de Boca do Tejo - Marechal Thaumaturgo-AC

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 17 de maio de 2011

SÃO BORJA: TERRA DOS PRESIDENTES

área: 3.616,03 km²
População: 61.662 hab. (Censo 2010)
O Município é formado pelo distrito sede (São Borja), eos distritos de Nhú-Porã, Samburá e Sarandi.




















São Borja é o município mais antigo do estado brasileiro do Rio Grande do Sul. Fundado em 1682, é a civilização mais velha do estado, sendo povoado ininterruptamente desde a fundação jesuíta e sendo o primeiro dos Sete Povos das Missões. Situa-se na fronteira oeste do estado. É banhado pelo rio Uruguai, que é a fronteira natural com Santo Tomé localizado na província de Corrientes, Argentina.

A lei estadual 13.041/2009 declarou oficialmente São Borja "Terra dos Presidentes",conhecida desta forma por ser berço de dois filhos ilustres presidentes do Brasil: Getúlio Vargas e João Goulart, o Jango; atualmente estando ali enterrado Leonel de Moura Brizola.

Antigamente a cidade foi conhecida também como a Capital do Linho, devido ao forte cultivo da planta no município nas décadas do início do século XX.




















História

Em meados do século XVII, São Borja foi o primeiro dos chamados Sete Povos das Missões da Companhia de Jesus, que abrigou em seu seio a nação guarani e foi o lar de Sepé Tiaraju. Embora tenha sido elevada à condição de município somente em 1833, São Borja foi fundada (e povoada ininterruptamente) desde 1682, sendo, portanto, uma das mais antigas cidades do Brasil e a mais antiga cidade do Rio Grande do Sul, considerando que é a mais velha civilização continuamente habitada do estado. Quando fundada, pertencia aos domínios espanhóis, os portugueses somente se estabeleceram na região que compreende o estado por volta de 1737, onde hoje se situa o município de Rio Grande.

São Borja foi fundada pelos padres jesuítas espanhóis. O nome é homenagem a São Francisco de Borja, que foi o 3º geral ("general") da ordem dos jesuítas. Por estes motivos é que o brasão da cidade ostenta, em campo vermelho (evocativo da terra vermelha das Missões e do sangue guarani), uma Cruz de Lorena em ouro.

A adoção da Cruz de Lorena (oriunda da região de Lorraine, na França) foi um erro histórico, utilizada por um grupo de amador da cidade e depois foi muito difundida. Porém, o formato da verdadeira cruz utilizada pelos jesuítas na Missões pode ser vista em vários locais da região missioneira, inclusive nas Ruínas de São Miguel das Missões, principal sítio histórico dos Sete Povos das Missões.

















Bairros

Centro (população: 8.245 hab.)

Principal concentração populacional de São Borja onde encontram-se as principais lojas e os moradores de maior poder econômico. Situa-se nessa região a prefeitura, câmara de vereadores, museu Getúlio Vargas, museu João Goulart, museu Missioneio (junto a biblioteca pública municipal), praça 15 de novembro (onde encontra-se o mausoléu do presidente Getulio Vargas)e a Igreja Matriz São Francisco de Borja, destaque das Igrejas modernas na região , entre outros pontos turísticos importantes.
















Bettin (população: 3.320 habitantes)

Bairro de classe média e sede do IFF (Instituto Federal Farroupilha - Escola Técnica Federal Campus São Borja). Conhecido pela sua tranquilidade, segurança e boa vizinhança, é um dos melhores bairros para se viver em família em São Borja. Excelente localização, padrão elevado de vida, vizinhança hospitaleira fazem a boa fama do bairro Bettin.

Passo (população: 10.735 habitantes)

Bairro situado no extremo norte da área urbana de São Borja. O bairro é constituído por trabalhadores e suas moradias populares e também se localiza o prédio da Universidade Federal do Pampa - Unipampa inaugurada oficialmente em 16 de maio de 2006 no Centro Nativista Boitatá a Receita Federal e a Polícia Federal. Os moradores do bairro são conhecidos como "passianos". O Bairro é o maior da cidade, englobando muitas vilas, chegando sua divisa mais ao nortee até as margens do Rio Uruguai passando pelo Cais do Porto, lugar de encontros ao ar livre e realizações de eventos culturais diversos.



Tiro (população: 6.857 habitantes) (obs: muitos chamam de bairro Meneguzzo)



Pirahy (população: 2.395 habitantes)

Bairro de moradias populares situa-se nele o Fórum, composto de uma Vara Criminal, três Varas Cíveis, Juizado Especial Cível e Promotoria;

Dr. Florêncio Aquino Guimarães (população: 2.391 habitantes)

Bairro de moradias populares situado ao sudoeste da cidade, tendo como um de seus destaques o Estádio Vicente Goulart, casa dos extintos Internacional e Cruzeiro e da Associação Esportiva São Borja.





Paraboi (população 2.765 habitantes)

Contam os antigos moradores que o nome Paraboi deve-se ao fato de que, antigamente, quando os tropeiros (conduzindo suas boiadas para algum matadouro) estacionavam as tropas exatamente naquele sítio. Ao decidirem pernoitar no local, os condutores supostamente gritavam "páááára boiii".Neste bairro se localiza a rodoviária, a praça tricentenário e o monumento alusivo aos 300 anos de fundação da povoação jesuítica.

Itacherê (população: 6.088 habitantes)

Bairro de moradias populares. Itacherê é uma palavra de origem indígena que quer dizer "rio de pedras".

Maria do Carmo (população: 2.824 habitantes)

Bairro formada pela classe Media baixa hoje considerado um dos bairros mais seguros da cidade, e um dos lugares mais procurados para compra e alugueis de casas segundo as agencias Imobiliárias.

José Pereira Alvarez (Várzea) (População: 5.920 habitantes)

Bairro formado por trabalhadores, onde encontra-se a antiga estação ferroviária (futuro centro cultural do municipio), o mercado público municipal, o 2º RCmec, o Regimento de Cavalaria Mecanizada, o presídio municipal, o aeroporto, o jocquei club.

Universidades

Unipampa - Campus São Borja
Universidade da Região da Campanha - Campus São Borja
IFF ou Instituto Federal Farroupilha - Campus São Borja
Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - Campus São Borja











Um comentário:

  1. São Borja cidade maravilhoso para se conhecer,a além de ter um belo rio uruguai as margens!ela postagem...

    ResponderExcluir