Município de Jordão - Acre

Município de Jordão - Acre
Município de Jordão - Acre

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 28 de julho de 2015

CONEXÃO EMANCIPACIONISTA: EIRUNEPÉ (AMAZONAS): A CAPITAL DO JURUÁ

CONEXÃO EMANCIPACIONISTA: EIRUNEPÉ (AMAZONAS): A CAPITAL DO JURUÁ

EIRUNEPÉ (AMAZONAS): A CAPITAL DO JURUÁ




Eirunepé é um município brasileiro no interior do estado do Amazonas, Região Norte do país. Pertencente à Microrregião de Juruá e Mesorregião do Sudoeste Amazonense, localiza-se a sudoeste da capital do estado, distando desta cerca de 1 160 km. Ocupa uma área de 15 831,571 km², sendo que 4,3172 km² estão em perímetro urbano, e sua população foi estimada no ano de 2014 em 33 580 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sendo então o vigésimo mais populoso do estado e o primeiro de sua microrregião. Eirunepé é também um centro sub-regional doAmazonas.
Localização de Eirunepé
Localização de Eirunepé no estado do Amazonas
Na vegetação do município predomina o bioma amazônico. Sua taxa de urbanização em 2010 era de 72,32%. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,563, considerado médio em relação ao estado. Situada em uma área de Floresta Amazônica, não há, em Eirunepé, acesso a outras cidades por meio de rodovias, existindo, como meio ligação à capital ou a municípios vizinhos, apenas transportes fluvial e aéreo.
Bandeira de Eirunepé
Bandeira municipal
O povoamento da região de Eirunepé deu-se no início do século XIX, com a chegada de nordestinos. O desenvolvimento do município ocorreu durante um grande período dado pelo Ciclo da Borracha, que envolvia tanto o Amazonas como o Acre. Nesta época ocorreu ainda uma miscigenação da população, com traços do branco nordestino com índios Kulinaã, sendo que houve também influência de povos vindos de outras regiões do mundo  como turcos, portugueses, espanhóis e vários outros.
Vista da Ponte sobre o rio Tarauacá
Na área cultural, destaca-se principalmente pelo turismo, existindo diversos atrativos, como igrejas e praças, além de suas praias de água doce, ilhas, igarapés e lagos que formam a geografia municipal. Nota-se também a realização de eventos culturais e tradicionais, como a Festa do Açaí, o Festival Folclórico e a Festa de São Francisco de Assis, padroeiro municipal.
Vista parcial da cidade, com o rio Juruá ao fundo.
Vista da Cidade
O município surgiu com o nome de São Felipe do Rio Juruá, em 1894. A vila de São Felipe passou a denominar-se João Pessoa em consequência do Ato 317, de 5 de março de 1931, através de um pedido feito em 1930 pelo primeiro prefeito, capitão Moisés de Araújo Coriolando, após eleito. Em 31 de dezembro de 1943, através do Decreto-Lei Estadual 1.186, o município e o distrito-sede passaram a denominar-se Eirunepé. O nome "Eirunepé" vem da língua tupi, significando "caminho do mel preto", através da junção de eíra (mel), un (preto, escuro) e (a)pé (caminho, estrada).
Entrada do Aeroporto
A cidade de Eirunepé, outrora São Felipe do Juruá, situa-se à margem esquerda do Rio Juruá, próximo a foz do Rio Tarauacá, este situado à margem oposta. O local em que foi erguida, era anteriormente a sede do grande seringal Eiru, de propriedade de Felipe Manoel da Cunha, rico seringalista do Rio Juruá. A sede de São Felipe desenvolveu-se consideravelmente na época em que o preço da borracha passou por uma grande valorização no mercado mundial.
Outra vista de Eirunepé
O seringal Eiru assumiu aspecto de povoado, através da forte influência do Ciclo da Borracha. Com o acontecimento, o proprietário interessou-se por transformá-la em vila, a fim de chamar autoridades para residir naquela região longínqua. Não tardou muito, Felipe Manuel da Cunha entrou em entendimento com o governo e conseguiu que fosse acrescentado no artigo nº 69, da Lei nº 33 de 4 de novembro de 1892, mais um município, que foi denominado de São Felipe do Rio Juruá. Esta lei, porém, não foi posta em execução.

Centro de Eirunepé
A Lei nº 76, de 8 de setembro de 1894, criou no Rio Juruá um município com respectivo Termo Judiciário anexo à Comarca de Tefé, com sede em São Felipe. A Lei nº 114, de 17 de abril de 1895, transferiu a sede do município do lugar de São Felipe para Carauari. Feita a revisão dos limites dos municípios do estado, pelo Decreto nº 122, de 7 de agosto de 1896, a sede do município de Carauari ficou incluída no território de Tefé, dando resultado ao Decreto nº 125, de 11 de agosto de 1896, transferindo a sede do município de Carauari novamente para o lugar de São Felipe. Automaticamente, o Dr. Jorge Augusto Studart, juiz de direito, julgou transferida a sede da Comarca e, se passando para a nova localidade, ali foi instalada a Comarca em 21 de setembro de 1896. Não existe nenhum ato criando a Comarca de São Felipe. Na mesma data, o primeiro superintendente Capitão Tenente Tomás Medeiros Pontes instalou a vila, que até então não fora criada. Após a Revolução Nacional (1930), o Capitão Moisés de Araújo Coriolando foi nomeado prefeito. Este solicitou, logo em seguida, a mudança do nome da vila de São Felipe para João Pessoa, através do Ato nº 317, de 5 de março de 1931.
Pela Lei nº 14, de 6 de setembro de 1935, a vila foi elevada à categoria de Cidade, tendo sido instalada na gestão do prefeito João Pinto Conrado Gomes. Em 31 de dezembrode 1943, pelo Decreto-Lei Estadual nº 1.186, o município e o distrito sede passam a denominar-se Eirunepé. Em 19 de dezembro de 1955, pela Lei Estadual n° 96, parte de seu território é desmembrado para constituir dois novos municípios, que atualmente são chamados de Envira e Ipixuna.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

CONEXÃO EMANCIPACIONISTA: SENADOR GUIOMARD OU QUINARI? HABITANTES QUEREM SEGUNDO NOME COMO OFICIAL

CONEXÃO EMANCIPACIONISTA: SENADOR GUIOMARD OU QUINARI? HABITANTES QUEREM SEGUNDO NOME COMO OFICIAL

SENADOR GUIOMARD OU QUINARI? HABITANTES QUEREM SEGUNDO NOME COMO OFICIAL

Localização de Senador Guiomard
Localização de Senador Guiomard

Senador Guiomard é um município Brasileiro do interior do estado do Acre. Localizado no Vale do Rio Acre, na Região Norte do Brasil, é o sétimo município mais populoso do estado, com 20 992 habitantes em 2014, de acordo com estimativas do IBGE).  correspondente a 2,8% da população estadual. Seu nome é uma homenagem ao político José Guiomard dos Santos. Está localizado a 24 km de Rio Branco, a capital do estado. sua área é de 1.837,294 km².

Bandeira de Senador Guiomard
Bandeira do Município
Também conhecido com Quinari, em virtude de na época em que chegaram ao local os primeiros moradores da região, eles identificaram que o local era rico em uma madeira conhecida como quina-quina. A maioria dos habitantes do município reconhece que Quinari é o nome que o município deve adotar. Falta uma lei que regularize um plebiscito para ver qual nome a população quer que fique.
A comunidade, situada a beira do igarapé Judia, alcançou a categoria de vila em 1956, e em 14 de maio de 1963 tornou-se município, denominado em homenagem ao autor do projeto de lei que o criou, o senador José Guiomard dos Santos.
Vista central
O município também é conhecido como o ponto do "amendoim". Todos os anos oferece para a comunidade e turista a famosa "Festa do amendoim".

domingo, 19 de julho de 2015

CONEXÃO EMANCIPACIONISTA: TOUBA: O ESTRONDOSO CRESCIMENTO DE UMA COMUNA RURAL DO SENEGAL

CONEXÃO EMANCIPACIONISTA: TOUBA: O ESTRONDOSO CRESCIMENTO DE UMA COMUNA RURAL DO SENEGAL

TOUBA: O ESTRONDOSO CRESCIMENTO DE UMA COMUNA RURAL DO SENEGAL

Touba é uma cidade senegalesa ea capital da Irmandade Muçulmana Mouride . Ele está localizado 194 km a leste da capital Dakar .
Touba A palavra vem do árabe Tuba  "Redenção".
A Grande Mesquita

A cidade faz parte do Departamento de Mbacke , uma subdivisão da região Diourbel . Touba se Tornou a segunda cidade em população no Senegal, e possui uma população de 753.315 habitantes em uma área de 120 km². É uma cidade com o maior Crescimento anual dentro do Senegal. Não é Considerada uma Comuna Urbana e sim uma Comuna Rural do Senegal.
A cidade, no entanto, tem um estatuto especial porque, como outras cidades santas de Senegal, tem uma fonte específica e um regulamento baseado na sharia como a escola Maliki de direito.
Touba é até hoje a única cidade do mundo onde ninguém fuma ou consome álcool sob pena de levá-lo à polícia, ele também é proibido qualquer roupa que o comportamento não compatível sharia.
Localizado no distrito de Ndame , é uma cidade que ainda tem um estatuto jurídico da aldeia, embora tenha grande parte urbanizada e é a segunda cidade do Senegal.
Entrada da Grande Mesquita
Outra vista da Grande Mesquita
Mesquita e Arredores
Mapa da cidade

Localização de Touba dentro do Senegal





Touba foi fundada em 1887 pelo xeque Ahmadou Bamba Khadimou Rassoul. Com seus discípulos, ele construiu esta cidade.Touba é hoje uma das maiores cidades do Senegal, por sua população, especialmente a sua atividade econômica terciária.