castelos medievais

castelos medievais

domingo, 11 de dezembro de 2011

GOIOERÊ (PARANÁ): A CIDADE DOS IPÊS


Goioerê é um município localizado no centro-oeste do estado do Paraná, no Brasil. Dista 530 quilômetros da capital do estado, Curitiba. Sua economia está baseada no comércio e na agricultura. O município é destaque no estado em termos de desenvolvimento urbano, educação superior e qualidade de vida.
Área: 564,05 km²
População: 29.024 hab. (Censo 2010)


Altitude: 505 m.

Etimologia:

O município recebeu este nome devido a, durante sua colonização, as primeiras fazendas de café terem se estabelecido às margens do Rio Goioerê, nome este que provém da língua caingangue, a língua da nação indígena que habitou (e ainda habita) várias regiões do estado.
  • goio significa "água", "rio". Mais corretamente, a palavra é ngoi, pois, na pronúncia caingangue, antes do "g" há um som nasal, formando um som de "ng".
  • significa "campo", "campina", mas, devido à forma como os caingangues pronunciam o seu "r", os brasileiros costumam registrar, na escrita, uma vogal "e" antes do "r".
No nome "Goioerê", se juntam dois substantivos. A ordem do caingangue é parecida com a da língua inglesa, ou seja, invertida. Portanto, a tradução correta seria:
Goioerê = ngoi + = "campo da água".
Conforme o indigenista Edívio Battistelli, a tradução inicial do nome de Goioerê foi feita errada: as palavras Goio e Erê, na verdade, significam "campo d'água" e não "águas claras". O termo errôneo "águas claras" foi registrado oficialmente pela primeira vez pelo jornal Folha da Manhã, em sua edição do dia 5 de setembro de 1986, que traduziu o termo Goioerê como "água limpa ou clara", tradução que ainda é muito utilizada pela população do município.
De acordo com Battistelli, a tradução de Goio está correta e significa "água" ou "rio". Já a palavra Erê, traduzida inicialmente como "clara" ou "limpa", na verdade significa "campo" ou "campina". Ele prova a tradução "campina d'água" citando a cidade de Erexim, também na língua caingangue e que, segundo ele, quer dizer "Campo Pequeno". Erê é "campo" e xim, "pequeno", esclareceu. Outros exemplos são Goioxim, que significa "água pequena" ou "rio pequeno" e Xanxerê, que quer dizer "Campo de Cascavéis". Com isso, se esclarece que erê significa "campina" e não "claro" ou "limpo", como diz a primeira tradução.
Outro erro muito comum é o de escrever o nome do município separado por um hífen: "Goio-erê". Atualmente, a grafia correta é "Goioerê", sem o uso do hífen, conforme aprovado por lei municipal. Hoje o mesmo se aplica ao nome Rio Goioerê.

História

Em 1950, Carlos Scarpari e seu irmão mais velho, Francisco Scarpari, juntamente com Wladimir Antonio Neves Scarpari, filho de Francisco, se estabeleceram às margens do Rio Goioerê, fundando, ali, as primeiras fazendas de café. Embalados pelas notícias do surgimento de inúmeras cidades na região, os Scarpari fundaram a Imobiliária Sociedade Goioerê. O povoamento se fez rapidamente. As primeiras famílias a adquirirem lotes foram as da cidade gaúcha de Júlio de Castilhos.
Um fator de progresso na região foi a construção de importante rodovia ligando Campo Mourão a Cascavel e passando pela localidade de Goioerê.
Através da Lei Estadual 48, de 10 de agosto de 1955, foi criado o município de Goioerê, com território desmembrado de Campo Mourão.
O município de Goioerê está situado na região de maior produtividade de hortelã do mundo. No ano de 1966, o município produziu 250 000 kg e, em 1967, foram 600 000 kg, sendo considerado o maior produtor do mundo desse importante vegetal na época.
O município se destacou na década de 1980 e até meados de década de 1990 como maior produtor nacional de algodão, com isso o município que ainda agregava os distritos de Rancho Alegre d'Oeste e Quarto Centenário chegou a ter uma população de quase 100 000 habitantes, a maioria na zona rural. Nos anos de 1990, Goioerê era o maior produtor de algodão do Paraná e o estado respondia por 50% da produção nacional da cultura. Para o beneficiamento dessa matéria-prima, foram implantadas a Fiação Coagel (Cooperativa Agropecuária de Goioerê), atual Coamo e a Montecatini que atualmente é conhecida por Sintex foi a primeira tinturaria industrial do estado, prestadora de serviços para terceiros. Sob essas condições houve um boom no setor de confecção na região.
Com o objetivo de se promover o desenvolvimento, empenhou-se para tornar-se um polo têxtil regional. Envidou ações no sentido de viabilizar a implantação de indústria à jusante da fiação de algodão. Em 1992, foi implantado no município o curso de Engenharia Têxtil através da criação de uma extensão da Universidade Estadual de Maringá.
Em junho de 1988, o mais longo assalto a banco da história do país, mobilizou a polícia paranaense e tomou a atenção da imprensa de todo o país. A cidade pára durante seis dias, o comércio fecha as portas e os moradores se concentram perto do banco a espera do desfecho.
Dois assaltantes (Paulo e Lourenço) invadem a agencia do Banco do Brasil em Goioerê e 23 pessoas que estavam na agência foram rendidas, 8 delas se tornaram reféns e depois de uma primeira fuga frustrada, o gerente do banco e um repórter policial da TV Tarobá ficam em poder dos assaltantes.
Na manhã do sexto dia, a surpresa: uma freira - irmã Letícia - faz contato com os assaltantes e recebe deles uma pistola. A feira se transforma em negociadora e da janela da agencia ela faz um acordo com os assaltantes que devolvem parte do dinheiro e se comprometem a liberar o gerente e o repórter em troca de garantias para a fuga. A freira se oferece como refém, junto com o padre Marcelino.
Irmã Letícia e o padre entram no banco e do lado de fora havia um carro para ajudar na fuga, em seguida a freira sai acompanhada por três homens com capas e rostos encobertos, junto carregam uma sacola com dinheiro. De carro pelas ruas da cidade, os assaltantes seguem até ao aeroporto, onde um pequeno avião já estava preparado para a fuga.
Finalmente às 16h10min, 145 horas depois que começou, termina o assalto ao banco do Brasil em Goioerê. Os assaltantes saíram levando o que queriam: dinheiro, armas e dois reféns.
Mais tarde descobre-se que irmã Letícia, a freira que foi trocada por reféns e virou heroína não era mais freira quando ajudou a por fim no seqüestro. Na verdade ela se chamava Salete Maria Vieira e havia sido afastada da igreja havia cinco anos, por comportamento incompatível com o estilo de vida religioso. Outro fato curioso foi durante a visita do Papa João Paulo 2º ao Brasil em outubro de 1991 quando a falsa For. Salete furou a segurança do Palácio do Planalto e se aproximou do papa e do presidente. Ajoelhou-se diante deles e ganhou a bênção.
O assalto perdurou por dias e muitos erros foram cometidos; causando constrangimentos à polícia paranaense. Em Curitiba, o então Comandante da Companhia de Polícia de Choque, Major Valter Wiltemburg Pontes, oficial veterano do Corpo de Operações Especiais, se dirigiu ao Comandante de Policiamento da Capital, Coronel Wilson Odirley Valla, solicitando apoio para criar um pelotão de Operações Especiais semelhante à SWAT estadunidense.
Após um período de treinamento e seleção, o pelotão foi ativado em 4 de julho de 1988; e recebeu a denominação de COE - Comandos e Operações Especiais, em homenagem ao antigo Corpo de Operações Especiais (1964 a 1976).
Durante a definição do trajeto da rodovia BR-369 ocorreu certo confronto entre Goioerê e Ubiratã. Havia dois projetos para o traçado desta BR: Um por Goioerê e outro, o atual, por Ubiratã.
Para resolver o impasse, o antigo órgão de Estradas de Rodagem decidiu fazer uma contagem de tráfego em cada um dos locais. Os diretores da Sociedade Imobiliária Noroeste do Paraná, construtora de Ubiratã - provavelmente encabeçados pelo senhor Ênio Pepino, pagaram para que vários habitantes da então minúscula cidade passassem várias vezes pela estrada, indo e voltando incessantemente. O resultado impressionou o órgão, que decidiu passar a estrada por ali mesmo.

Geografia



Distrito
O Município possui o distrito de Jaracatiá afastado cerca de 2 km da cidade. O nome do distrito provem do Jaracatiá, uma espécie de árvore utilizada para fazer doce. Na região central do distrito em sua rua principal, encontra-se um Jaracatiá com mais de 50 anos e é considerada umas das árvores mais velhas de Goioerê.
Área
Sua Área é de 564 km² representando 0,283 por cento da área do estado, 0,1001 por cento da área da Região Sul do Brasil e 0,0066 por cento da área do país.
Localização
Goioerê esta localizado na região Centro-Oeste do estado do Paraná, próximo das cidades de Campo Mourão e Umuarama e esta à 530 km da capital Curitiba. Suas coordenadas geográficas são: Latitude 24 graus, 11 minutos e 06 segundos e Longitude 53 graus, 01 minuto e 40 segundos W-GR.
vista aérea

Vista aérea

Urbanização
Recentemente vem ocorrendo uma expansão na área urbana do município, com a ocupação de áreas vazias no meio da cidade, expansão de bairros como o Jardim Curitiba e o Santa Mônica e o surgimento de novos bairros como o Jardim Europa, Jardim Bela Vista, Jardim Colina Verde III e o Condomínio Porto das Águas. Novas casas populares estão sendo construídas no novo bairro chamado Jardim Coapar. Também é nítida a verticalização das construções com o surgimento do novos edifícios no centro da cidade. Recentemente a Câmara Municipal aprovou a alteração do plano diretor da cidade, determinando a expansão do centro da cidade passando pela Vila Candeias até o trevo de acesso da rodovia BR 272.
Relevo
O relevo apresenta-se ondulado, suavemente ondulado, em declividade constante no sentido nordeste-sudeste, onde toda a bacia do município deságua no rio Piquirí, na divisa com o município de Formosa do Oeste.
A sede se situa numa pequena colina entre o Ribeirão Água Branca e o Rio Água Bela.
Solo
O solo é constituído por pequena predominância de latossolo vermelho escuro destrófico, texturas argiloso misto, argiloso arenoso e ainda areno argiloso. Esta predominância ocorre na divisa com o município de Quarto Centenário e o distrito de Bandeirantes D’Oeste (a oeste). No leste, onde se localiza a sede e o distrito de Jaracatiá, ocorre numa área de menor percentagem a predominância do podezólico vermelho-amarelo, textura média. Em menor quantidades, encontramos terra roxa estrutura entrófico com percentagem de ocorrência de 4%.
Hidrografia
O subsistema hidrográfico do Município corre no sentido predominante Oeste. Os principais rios do município são: Piquiri, Água Bela, Água Branca, Caracol, Água do Limoeiro, Água Taquarí, Água do Lidio, Água do Xaxim e Água dos Macacos. Os principais córregos são: Farias, Chiqueiro, Venturini e Arroio Schimidt (nasce no meio da cidade).
Embora o Rio Goioerê tenha dado o nome ao município, hoje ele não banha mais o território pertencente ao município devido ao desmembramento dos então municípios de Mariluz, Moreira Sales e Janiópolis os quais são banhados pelo rio.
Clima
Clima subtropical úmido mesotérmico, com verões quentes e geadas pouco freqüentes, com tendência de concentração das chuvas nos meses de verão, sem estação seca definida. A média das temperaturas nos meses mais quentes é em torno de 35°C e a dos meses mais frios é inferior a 10°C.
Demografia
No ano de 1975 o município chegou ao seu auge populacional, quando o IBGE registrou uma população de quase 100 mil habitantes, isso graças principalmente ao cultivo do algodão, onde Goioerê passou a ser conhecida nacionalmente como a “Capital do Algodão Brasileiro”. Com o fim do plantio do algodão na década de 90 e com a emancipação de seus distritos, o município foi perdendo população, e hoje não passa dos 30 mil habitantes, porem esta retornando a crescer novamente com muitos investimentos.
A região de Goioerê apresenta grande influência de imigrantes nordestinos que chegaram a Goioerê entre as décadas de 60 e 80, em busca de melhores condições de vida, onde passaram a trabalhar nas plantações de hortelã e em cafezais. Mais adiante partiram para a produção do algodão. Hoje, a cidade é, possivelmente, a mais nordestina do estado, carregando consigo um pouco da cultura e das tradições daquela região.
A presença nordestina é tamanha no município que, em 1991, um grupo de nordestinos criou o Centro de Tradições Nordestinas, que tem, como finalidade, cultivar as tradições, culturas e costumes nordestinos, além de promover a integração da grande população nordestina existente na região de Goioerê. No começo, funcionou normalmente, mas, nos dias atuais, está praticamente desativado.
A cidade apresenta também grande influencia japonesa, muitos japoneses e seus descendentes vieram e hoje vivem em Goioerê. Prova desta influência é a Associação Cultural e Esportiva Nipônica de Goioerê e a Praça do Japão.

Economia

Goioerê tem em sua economia a predominância da Agricultura, como tantos municípios do interior do Paraná, característica essa que ja lhe deu o título de maior produtor de Hortelã e Algoodão, cultura estas que hoje em dia estão sendo substituídas por cultivos mais rentáveis e atuais como: Soja, Milho, Trigo e Mandioca.
O cultivo de cana-de-açúcar também tem sua parcela no desenvolvimento econômico do município, com a presença da Usina de Açúcar e Álcool Goioerê.
Recentemente outra atividade vem se tornando a menina dos olhos dos pequenos agricultores, a criação de frango para o abate em parceria com a Cooperativa Agroindustrial Consolata - COPACOL com sede na cidade de Cafelândia/Pr, que mantém um grande abatedouro em sua sede, importando não somente matéria-prima, mas também centenas de trabalhadores que se deslocam diariamente para Cafelândia em busca de emprego, fato este que se estende a diversos municípios da região de Goioerê.
A presença de grandes cooperativas aumenta ainda mais a relevância do setor agrícola regional: COAMO - Cooperativa Agroindustrial COPACOL - Cooperativa Agroindustrial Consolata C. Vale - Cooperativa Agroindustrial INTEGRADA - Cooperativa Agroindustrial
O comércio tem uma elevada importância no município, pois atrai consumidores de várias cidades da região, atraídos pela diversidade de opções de compras, já que em pequenas cidades este tipo de atividade se encontra limitado devido suas características.
A ACIG - Associação Comercial e Empresarial de Goioerê, que regula e une todas as empresas instaladas no município anualmente realiza diversas promoções que atraem os olhares da região, tanto pelos preços praticados pelas empresas, quanto pelos sorteios realizados em diversas datas importantes como Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças e uma mega promoção que encerra o ano no Natal. Diversas empresas de destaque nacional dos mais variados segmentos estão presentes na cidade, dentre as principais destacamos: Casas Pernambucanas, Lojas Colombo, O Boticário, Lojas Salfer, Móveis Gazin, Farmais, Magazine Luiza.
Como pólo regional de comércio, empresas regionais se instalaram na cidade e/ou ampliaram suas instalações ganhando uma forma mais atraente e imponemte, destacam-se: Charme - Homem / Mulher, Charme Calçados e Acessórios e Deck's Fashion que se destacam como as maiores lojas de roupas e calçados do interior do estado.
Goioerê é o berço da VisãoNet Telecom, terceiro maior provedor de internet do estado do Paraná. Fundada em 1997, foi pioneira na oferta de internet no interior do estado, oferecendo acesso discado quando na época várias cidades como Umuarama, Campo Mourão entre outras tinham que pagar ligação interurbana para Goioerê. Hoje o carro forte da empresa é a oferta de internet via rádio, oferecendo esta tecnologia a mais de 300 municípios do Paraná e de São Paulo. Recentemente começou a operar com internet via fibra ótica, inciando o serviço em Goioerê sua terra natal, oferecendo internet de altíssima velocidade para alguns bairros da cidade que já conta com a rede de cabos da empresa.
No ramo de farmácias a cidade possui diversas empresas instaladas, somente na avenida Daniel Portella, 11 estão instaladas em aproximadamente 6 quadras, a grande maioria representa grupos como Farmais(2), Farma Útil(1), Master Farma(1), Cooperfarma(1), Farma Total(1). No comércio de veículos, motos e implementos agrícolas algumas empresas possuem representações na cidade:
  • Ford - Slaviero
  • Fiat - Monte Carlo
  • Chevrolet - Cipauto
  • Volkswagem - Pirâmide Veículos
  • New Holland - Equagril
  • Jhon Deere - M.A. Máquinas
  • Massey Ferguson - Camagril
  • Honda - Rony Motos
  • Yamaha - Motoyama
A industrialização da cidade está a passos lentos, sendo puxado apenas por micro e pequenas indústrias principalmente as ligadas ao setor de confecções. Dentre as mais importantes a Fiação Coamo representa a maior parte dos empregos gerados pelo setor na cidade, a Realme Ind. de Móveis para Escritório configura-se como outra importante geradora de renda, fora da sede do município encontra-se outro imponemte empreendimento do setor industrial a Amidonaria AMITEC que está instalada no Distrito de Jaracatiá. Com um crescimento impressionante a Tinturaria Industrial Sintex movimenta parte da economia municipal, outras pequenas indústrias como a Arrozeira Bandeirantes, Trivial Salgados, HKZ Cosméticos, Norte Malhas, Tecelagem Santa Maria entre outras empresas do ramo de móveis e confecções.

Estádio Antônio Massareli


Os Três Poderes
Goioerê é um dos únicos municípios brasileiros a possuir os prédios que sediam as três categorias do poder político, construídos um ao lado da outro. Em uma área de aproximadamente 11 800 metros quadrados dividida ao meio formando duas quadras, encontra-se a Prefeitura (Poder Executivo), a Câmara Municipal (Poder Legislativo) e o Fórum da Comarca (Poder Judiciário). Ainda no mesmo terreno, encontra-se construído o prédio do Fórum Eleitoral Des. Armando Jorge de Oliveira Carneiro e o prédio da Ordem dos Advogados do Brasil – Subdivisão Goioerê.


Hotéis
A cidade possui uma boa estrutura para hospedagem, com hotéis em várias localidades e para vários perfis de consumidor, destacando:
  • Hotel Goioerê
  • Hotel Martins
  • Hotel Magestic do Gaúcho
  • Hotel Águas Claras
  • Lion Park Hotel
  • Daimaru Palace Hotel


Avenidas

Avenida Mauro Mori.

As principais vias urbanas de Goioerê são:
  • Avenida 19 de Agosto
  • Avenida Curitiba
  • Avenida Daniel Portela
  • Avenida Marinho Tavares
  • Avenida Mauro Mori
  • Avenida Moisés Lupion
  • Avenida Santos Dumont
  • Avenida Tiradentes
  • Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto
  • Avenida Francisco Scarpari (Calçadão)



Agências bancárias
  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica
  • Banco Bradesco
  • Banco Itaú
  • Sicredi
Rodovias
Fonte Luminosa Luigi de Paoli
Entrada do Campus Regional de Goioerê
Cruzam o município as seguintes rodovias:
  • PR-472 Trecho Goioerê - Rancho Alegre d'Oeste: 15,3 kms;
  • PR-183 Trecho Goioerê - Mariluz: 38,7kms;
  • BR-272 Trecho Goioerê - Campo Mourão: 65,5kms;
  • PR-180 Trecho Goioerê - Quarto Centenário: 10,7 kms.
  • PR-180 Trecho Goioerê - Moreira Sales: 15,9kms;

Escolas públicas

Educação infantil
  • Centro de Educação Infantil Mundo Encantado
  • Centro de Educação Infantil Recanto Feliz
  • Centro de Educação Infantil Maria Zilda Barbosa
  • Centro de Educação Infantil Menino Jesus
  • Centro de Educação Infantil Nossa Senhora das Candeias
Ensino fundamental
  • Escola Estadual Jardim Universitário;
  • Escola Estadual Ribeiro de Campos;
  • Escola Municipal Ladislau Schicorki;
  • Escola Municipal Onive dos Santos.
  • Escola Municipal Cecília Meirelles
  • Escola Municipal Monteiro Lobato
  • Escola Municipal José Jesus Cavalcante
  • Escola Municipal Jardim Primavera
Ensino médio
  • Colégio Estadual Duque de Caxias Ensino Médio;
  • Colégio Estadual Polivalente de Goioerê Ensino Fundamental e Médio - Premem I;
  • Colégio Estadual Vila Guaíra Ensino Fundamental e Médio;
  • Colégio Estadual Antonio Lacerda Braga Ensino Fundamental e Médio - Premem II;
  • Colegio Estadual Maria Antonieta Scarpari CEEBEJA;
  • CEEBJA Goioerê - Centro Estadual de Educação Básica de Jovens e Adultos.

Escolas particulares

A cidade possui quatro escolas particulares:
  • Novo Mundo (ensino médio);
  • Mundo Mágico (pré-escolar e ensino fundamental);
  • Século XXI (pré-escolar, ensino fundamental e ensino médio);
  • Escola Adventista (educação infantil e ensino fundamental)

  • Ensino profissionalizante
  • Magistério - Colégio Estadual Duque de Caxias
  • Técnico em Administração - Colégio Estadual Polivalente de Goioerê - PREMEN I
  • Técnico em Enfermagem - Colégio Estadual Polivalente de Goioerê - PREMEN I
  • Técnico em Contabilidade - Colégio Estadual Antônio Lacerda Braga - PREMEN II
  • Técnico em Informática - Colégio Estdual Antônio Lacerda Braga - PREMEN II

 Instituto Federal do Paraná - IFPR

Dia 02 de Dezembro de 2011, foi confirmada a instalação de uma extensão do Instituto Federal do Paraná em Goioerê, após a visita de representantes da instituição e dos Campis de Umuarama e Assis Chateaubriand. De início a escola será uma extensão do Campus de Umuarama e as obras devem ser iniciadas em 2012, com previsão de 18 meses para conclusão do Campus na cidade. Os cursos a serem oferecidos, pela instituição serão determinados após estudos técnicos de viabilidade e vocação da região, já que será um polo que agrega vários municípios com características distintas.
O IFPR, oferece cursos presenciais e EAD de:
- Qualificação
- Técnicos de Nível Médio Integrado
- Técnicos de Nível Médio Concomitante
- Técnicos de Nível Médio Subsequente (modalidade presencial e EAD)
- Cursos Superiores de Tecnologia
- Licenciaturas
- Bacharelados e Engenharias
- Pós Graduação

Com diversos Campis espalhados pelo Paraná, o IFPR é uma alternativa de qualificação de mão-de-obra, e desenvolvimento regional, atraindo estudantes que não tem a oportunidade de cursar o ensino superior ou até mesmo aqueles que buscam uma inclusão rápida no mercado de trabalho com cursos PÚBLICOS, GRATUITOS E DE QUALIDADE.

Possui a Escola Municipal de Artes e Ofícios, que oferece cursos dos mais variados, garantindo a profissionalização do pessoal para o mercado de trabalho.

Ensino Superior

Campus Regional de Goioerê

A cidade sedia o desde 10 de Agosto de 1991 um Campus da Universidade Estadual de Maringá, conquista essa que se deve a um convênio envolvendo a UEM e 7 municípios da região de Goioerê (Goioerê, Moreira Sales, Mariluz, Boa Esperança, Juranda, Janiópolis e Rancho Alegre do Oeste), ofertando inicialmente os cursos de Licenciatura Plena em Ciências (o primeiro a ser implantado no Brasil) e Engenharia Têxtil (o segundo do Brasil e primeiro da região sul). Hoje a Universidade Estadual de Maringá se consolida mais mais na região, após 19 anos foram abertos dois novos cursos presenciais Licenciatura em Física e Engenharia de Produção.
Graduações:
  • Engenharia de Produção - Noturno
  • Engenharia Têxtil - Integral
  • Física (licenciatura) - Noturno
  • Licenciatura Plena em Ciências - Noturno

  • UAB - Universidade Aberta do Brasil
O Polo Goioerê da Universidade Aberta do Brasil - UAB oferece cursos de graduação e pós graduação, através de um programa governamental que oferta cursos na modalidade a distância gratuitos em parceria com universidades públicas, os cursos ofertados no polo são frequentados por mais de 1.000 alunos de diversas cidades da região.
Graduações:
  • Administração Pública (bacharelado) (UEM)
  • Ciências Biológicas (licenciatura) (UEM)
  • Física (licenciatura) (UEM)
  • Pedagogia (licenciatura) (UEM)
  • Educação Física (UEPG)
  • Geografia (licenciatura) (UEPG)
  • Letras Português/Espanhol (licenciatura) (UEPG)
  • Matemática (licenciatura) (UEPG)
  • Artes (licenciatura) (UNICENTRO)
  • História (licenciatura) (UNICENTRO)
Pós Graduação:
  • Gênero e diversidade na Escola (UEM)
  • Gestão Pública (UEM)
  • Gênero e diversidade na Escola (UEPG)
  • Educação Integral e Integrada (UNICENTRO)
  • Educação para as Relações Etnicorraciais (UNICENTRO)
  • Educação: Métodos e Técnicas de Ensino (UFTPR)
  • Gestão Pública Municipal (UFTPR)

Faculdade Dom Bosco

Goioerê também sedia a Faculdade Dom Bosco de Goioerê, mantida pela Fundação Cultural Xingu, credenciada desde 2005 trata-se de uma instituição de ensino privada e oferta cursos de graduação na modalidade presencial, desde sua implantação entraram em funcionamento os cursos de Administração e Pedagogia ofertados até hoje:
  • Administração - Noturno
  • Pedagogia (licenciatura) - Noturno - Em Extinção

Ensino a Distância

A cidade possui pólos de ensino a distância:






Nenhum comentário:

Postar um comentário